Vereadores de BH: conheça os 41 eleitos para a Câmara Municipal A partir de 2021, 24 caras novas estarão no parlamento.
16/11/2020 15:12 em BH E GRANDE BH

A Câmara Municipal de Belo Horizonte, a partir de 2021, terá 24 vereadores novatos e outros 17 que permanecem na casa após terem sido reeleitos. Mas afinal, quem são os 41 parlamentares que decidirão pautas importantes sobre a capital mineira? O Estado de Minas traçou o perfil de cada representante escolhido nas urnas.

O bloco de esquerda, que era formado por homens e mulheres, passará a ser integrado apenas por mulheres. Entre as representantes está Duda Salabert (PDT), candidata mais votada da história de BH. Ao todo, 37.613 pessoas escolheram a primeira trans para o parlamento da capital mineira. Iza Lourença e Bella Gonçalves, ambas do Psol, além de Macaé Evaristo e Sônia Lansky, do PT, farão parte da bancada.

O conservadorismo, que também era forte na casa por causa da bancada cristã, terá o nome de Nikolas Ferreira (PRTB) para integrar o bloco. Apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Nikolas foi eleito com quase 30 mil votos. Além do PDT e PRTB, legendas que abrigam os dois candidatos mais votados de Belo Horizonte nessas eleições, o Progressistas, PL, PMN e Rede conseguiram emplacar representantes na casa. Por outro lado, PSB e PCdoB, que tinham vereadores no parlamento, acabaram perdendo completamente o espaço. O Partido Novo foi a legenda que mais ganhou espaço na Câmara de BH. A sigla do governador de Minas Gerais, Romeu Zema, passou de um representante para três no Legislativo municipal. Já o partido que mais perdeu representantes foi o PSD. A legenda do prefeito belo-horizontino, Alexandre Kalil, passou de 13 para seis nomes a partir de 2021. Veja o perfil dos 41 vereadores eleitos Duda Salabert (PDT) Professora de literatura, Duda foi a vereadora mais votada da história de Belo Horizonte. Ao todo, 37.613 pessoas escolheram a primeira trans para o parlamento da capital mineira. Nikolas Ferreira (PRTB) Um dos coordenadores do movimento “Direita Minas”, Nikolas ganhou apoio do presidente Jair Bolsonaro durante a campanha. O futuro parlamentar foi o segundo mais votado em BH, com 29.388 votos. Marli Aparecida (Progressistas) Marli Aparecida de Aro Ferreira se candidatou pela primeira vez neste ano e foi a terceira candidata mais votada da capital. Ela tem 63 anos de idade e é natural da capital mineira. Além disso, é mãe do deputado federal Marcelo Aro, também do Progressistas. Quantidade de votos recebidos: 14.496 Gabriel Azevedo (Patriota) Professor de Direito Constitucional e advogado, Gabriel foi eleito em 2017. Muito ligado às redes sociais, Azevedo tem 51,8 mil seguidores no Instagram. Reeleito, ele caminha para seu segundo mandato. Quantidade de votos recebidos: 13.088 Álvaro Damião (Democratas) Reeleito em BH, Álvaro Damião é vice líder do governo na Câmara e apresentador na Rádio Itatiaia e da TV Alterosa. Foi eleito a primeira vez em 2017 com 10.869 votos. Quantidade de votos recebidos: 12.742 Marcela Trópia (Novo) Aos 26 anos, Marcela foi eleita para o seu primeiro mandato como vereadora. Ela já havia tentado uma vaga ao parlamento em 2016, mas não foi eleita. Quantidade de votos recebidos: 10.741 Fernando Luiz (PSD) Ouvidor na Câmara, Fernando Luiz é cristão. Vereador de BH em 2° mandato, ele também é presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário. Quantidade de votos recebidos: 10.620 Irlan Melo (PSD) O vereador Irlan Melo é pastor da Igreja Presbiteriana Pentecostal e advogado. Eleito a primeira vez em 2016, agora ele caminha para seu segundo mandato na Câmara dos Vereadores. Quantidade de votos recebidos: 8.902 Walter Tosta (PL) Conhecido por defender pautas de acessibilidade, Tosta tem longo histórico na política: já exerceu mandatos de vereador, deputado estadual e federal. Retorna à CMBH a partir de 2021. Quantidade de votos recebidos: 8.072 Juninho Los Hermanos (Avante) Nascido e criado na região Noroeste de Belo Horizonte, o comerciante Wagner Mariano Junior, mais conhecido como “Juninho Los Hermanos”, caminha agora para seu terceiro mandato. Quantidade de votos recebidos: 7.810 Iza Lourença (Psol) Iza Lourença se dedica às lutas sociais e é coordenadora de um cursinho popular na Região do Barreiro. Ela foi candidata derrotada ao cargo de deputada estadual em 2018. Quantidade de votos recebidos: 7.771 Jorge Santos (Republicanos) Presidente da Comissão Provisória do Republicanos BH, Jorge Santos caminha para seu terceiro mandato consecutivo. Quantidade de votos recebidos: 7.691 Helinho da Farmácia (PSD) Vereador desde 2016, Helinho foi conduzido para mais um mandato na Câmara. Sua principal atuação é na Região do Barreiro. Quantidade de votos recebidos: 7.554 Bella Gonçalves (Psol) Bella Gonçalves é doutora em ciência política e militante das Brigadas Populares. Mulher lésbica e feminista, ela foi reeleita para seu segundo mandato. Quantidade de votos recebidos: 6.954 Nely Aquino (Podemos) Segunda mulher a ocupar a presidência da Câmara, Nely foi eleita pela primeira vez em 2016 e, neste ano, conseguiu votos suficientes para continuar como parlamentar. Quantidade de votos recebidos: 6.788 Cláudio Mundo Novo (PSD) Cláudio Mota Campos, como é conhecido Cláudio do Mundo Novo, teve uma rápida passagem pela Assembleia em 2018, ocupando o lugar de Missionário Márcio Santiago, que perdeu o mandato. Quantidade de votos recebidos: 6.268 Léo Burguês (PSL) Empresário do ramo de entretenimento, Léo já foi presidente da Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH), nos biênios 2011-2012 e 2013-2014. Líder do prefeito reeleito Alexandre Kalil (PSD), ele já aprovou 100% dos projetos do Executivo na Câmara. Quantidade de votos recebidos: 6.190 Rogério Alkimim (PMN) Rogério Alkimim é fundador da Organização Não-Governamental (ONG) Raios de Luz, que promove serviços sociais e de capacitação profissional. Atua com forte presença na Região Venda Nova, onde está sediada a ONG que preside. Quantidade de votos recebidos: 6.061 Fernanda Altoé (Novo) Fernanda tentou ser vereadora de Belo Horizonte em 2016, mas os mais de 2 mil votos que recebeu não foram suficientes. Agora, a futura parlamentar da capital mineira está eleita com 6.049 votos. Bim da Ambulância (PSD) Bim da Ambulância é presidente da Comissão de Saúde e Saneamento na Câmara Municipal e representante do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais (CBMMG) na Câmara Municipal. Reeleito em BH ele segue para seu terceiro mandato. Quantidade de votos recebidos: 6.022 Macaé Evaristo (PT) Assistente social e educadora, Macaé Evaristo foi secretária de Educação do Governo de Minas durante o mandato de Fernando Pimentel (PT). Ela disputou as eleições de 2018 para o cargo de deputada estadual e não venceu. Quantidade de votos recebidos: 5.985 Ramon Bibiano da Casa de Apoio (PSD) Ramon Baptista Bibiano tomou posse como vereador em fevereiro do ano passado e irá para o segundo mandato na Câmara. Quantidade de votos recebidos: 5.947 Flavia Borja (Avante) Empresária, educadora e defensora das crianças e adolescentes, Flávia foi eleita para seu primeiro mandato. É esposa de Fernando Borja, que atualmente é vereador pelo mesmo partido na capital mineira. Quantidade de votos recebidos: 5.887 Bráulio Lara (Novo) Bráulio Lara é presidente da Associação do Bairro Buritis desde 2017. Foi eleito vereador de BH com 5.776 votos. Dr. Celio Frois (Cidadania) O médico cardiologista fez uma campanha voltada para melhoria da qualidade de vida, transporte público e redução das filas das UPAS e hospitais. Quantidade de votos recebidos: 5.775 Professor Juliano Lopes (PSD) Parlamentar desde 2012, Juliano entrará no seu terceiro mandato. Atualmente é o primeiro secretário da Mesa Diretora da Câmara e também faz parte da bancada cristã. Quantidade de votos recebidos: 5.197 Bruno Miranda (PDT) Bruno Miranda já foi secretário municipal adjunto de Desenvolvimento Econômico e subsecretário de Trabalho e Emprego do Executivo. Entre 2012 a 2016 exerceu mandato de vereador na capital mineira. Quantidade de votos recebidos: 5.178 Reinaldo Gomes (MDB) Popularmente conhecido como Preto Sacolão, Reinaldo vai para o quarto mandato como vereador. O parlamentar, eleito pela primeira vez em 2008, é integrante da bancada cristã. Quantidade de votos recebidos: 5.125 Wesley Autoescola (Pros) Natural de Ipatinga, no Vale do Aço, Wesley Moreira de Pinho vai para o segundo mandato como vereador. Quantidade de votos recebidos: 4.958 Claudiney Dulim (Avante) Advogado e professor universitário, Dulim disputou uma cadeira para o governo de Minas, em 2018, porém, sem sucesso. Durante a campanha, ele ganhou o apoio do pastor Silas Malafaia. Quantidade de votos recebidos: 4.879 Sônia Lansky da Coletiva (PT) Graduada em Medicina, Sônia Lansky participou da Comissão Perinatal da Secretaria Municipal de BH. Ela foi eleita com base em apoio de autoridades da saúde da cidade. Quantidade de votos recebidos: 4.793 Marilda Portela (Cidadania) Integrante da bancada evangélica, Marilda foi uma das candidatas à reeleição na Câmara que conseguiu mais quatro anos de mandato, sendo eleita pela primeira vez em 2016. Um levantamento feito pela Quaest, com exclusividade para o Estado de Minas, mostra que a parlamentar é a segunda mais popular nas redes sociais na casa. Quantidade de votos recebidos: 4.425 Ciro Pereira (PTB) Ciro Pereira é mais um estreante na política. Ele atua como administrador e consultor de internacionalização de empresas em Minas Gerais, empreendedor social e palestrante. Quantidade de votos recebidos: 4.340 Miltinho CGE (PDT) Miltinho CGE é conhecido por resgatar animais nas ruas. Ele possui uma organização social voltada para tal função. Quantidade de votos recebidos: 4.176 Henrique Braga (PSDB) Braga exerceu seu primeiro mandato na Câmara Municipal de 1989 a 1992. Desde então, concentra suas atenções nas áreas social, ambiental e cultural. Reeleito, ele caminha para seu oitavo mandato. Quantidade de votos recebidos: 4.045 Rubão (PP) Rubem Rodrigues de Oliveira Júnior disputou, neste ano, sua primeira eleição, sendo escolhido por 3.788 pessoas. Wanderley Porto (Patriota) Nascido em BH, Wanderley Porto já foi chefe de gabinete, secretário municipal e adjunto, além de ter trabalhado em áreas de comunicação. Quantidade de votos recebidos: 3.767 Wilsinho da Tabu (Progressistas) Wilson Melo Júnior, mais conhecido como Wilsinho da Tabu, concentrou sua campanha na Região Leste de Belo Horizonte, propondo melhorias em diversos bairros como Sagrada Família e Santa Tereza. Quantidade de votos recebidos: 3.734 Gilson Guimarães (Rede) Lider comunitário, Gilson Guimarães será o único representante da Rede na Câmara. Ele foi eleito com 3.593 votos. Marcos Crispim (PSC) Crispim será o único representante do PSC na Câmara. Engajado em causas sociais, ele foi eleito por 3.355 pessoas. José Ferreira Projeto Ajudaí (PP) José Ferreira lidera uma organização social que ajuda moradores de rua e lares de repouso. Ele foi eleito com 3.311 votos.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!