BH entra na onda roxa e terá toque de recolher, a capital segue medidas restritivas e que a adesão à onda mais rígida é obrigatória
17/03/2021 09:07 em BH E GRANDE BH

A Prefeitura de Belo Horizonte seguirá as determinações do governo de Minas que decretou a onda roxa para todos os municípios mineiros, nesta terça-feira(16), com medidas mais rígidas de isolamento social, inclusive o toque de recolher, que tinha sido criticado pelo prefeito Alexandre Kalil na sexta-feira (12/3). É a classificação mais dura imposta pelo governo desde o início da pandemia.

A confirmação da adesão foi repassada pela assessoria de comunicação por meio de nota. De acordo com a assessoria de imprensa, a capital segue medidas restritivas desde 6 de março.

A nota ainda afirma que a adesão é compulsória. A PBH informou que contará com o apoio da Polícia Militar para garantir que as medidas de isolamento social sejam cumpridas. 

Minas, incluindo a capital, passa pelo pior momento desde o início da pandemia. Em BH, todos os indicadores estão no vermelho: a taxa de transmissão, ocupação de leitos de UTI e ocupação de leitos de enfermaria.

A nota na íntegra

A Prefeitura de Belo Horizonte esclarece que na sexta-feira, 6, já havia anunciado medidas da fase mais restritiva de atividades com o objetivo de aumentar o isolamento social. Por isso, manterá o decreto vigente, além da determinação do Governo Estadual, e conta com a Polícia Militar de Minas Gerais para fiscalizar as novas medidas de restrição de circulação impostas pela onda roxa do plano Minas Consciente, que não depende de adesão.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!